Florestas Verticais são uma solução para reduzir alguns dos efeitos negativos das cidades

27/08/2018

 

Se você costuma ler jornais, revistas ou até mesmo assistir noticiários certamente já ouviu falar sobre diversos problemas relacionados a maneira desproporcional que nossas cidades se desenvolveram. Problemas como o Efeito de Ilhas de Calor e a quantidade absurda de poluição por CO² gerados pelos automóveis e construções nas cidades são pontos críticos que estão colaborando para o aumento da temperatura global e surgimento de doenças respiratórias.

 

"As cidades produzem 75% do CO² que está presente na nossa atmosfera. Os bosques de todo o mundo absorvem 40% desse gás. Se levarmos árvores e florestas às nossas cidades, estaremos a lutar contra o inimigo no terreno onde se produz o CO²", explica o arquiteto Stefano Boeri  ao El Mundo.

 

Boeri é um dos mais respeitados e dedicados arquitetos quando o assunto é sustentabilidade. Ele ficou conhecido por integrar árvores e plantas nas fachadas de edifícios altos, e assim criar o que apelidou de "florestas verticais". Uma das suas criações mais conhecidas é o Bosco Verticale, um edifício de apartamentos de luxo em Milão, Itália.

 

Bosco Verticale |Stefano Boeri Architetti | Foto: https://www.modlar.com/photos/8957/bosco-verticale/

 

"Nestes edifícios, por cada ser humano existem duas árvores e 35 plantas", informa Boeri. Apesar dos benefícios ambientais, o arquiteto frisa que os custos de desenho, construção e manutenção de um projeto destes são muito elevados.

 

Nos últimos anos o comprometimento da construção civil no ramo da sustentabilidade vem crescendo e, com isso, o aumento dos prédios denominados de Florestas Verticias vem tomando espaço em meio a projetos conceituais e concursos de arquitetura ao redor do mundo.

 

Fonte: Visão

Compartilhar
Tweetar
Compartilhar
Salvar
Please reload

+55 51 999337559   |   contato@bup.net.br

All rights reserved © 2019 by BuildingUP Sustainable Solutions Co.